Na(s) categoria(s):Saúde
Escrito e publicado por: Dudones

Como no artigo anterior falamos sobre métodos contraceptivos, achei interessante abordar o assunto específico dos anticoncepcionais, pois é comum receber email de mulheres querendo saber qual o melhor tipo de anticoncepcional.

E como sempre falo, a internet não deve servir como consultório médico, pois pode ser perigoso para a sua saúde, mas é interessante utilizar a internet como um meio de informação e conhecimento e poder assim conversar com seu médico a respeito das suas dúvidas.

E quando falamos de anticoncepcional, você deve seguir da mesma forma, e também realizar uma consulta e acompanhamento médico, e não seguir a dica de alguma amiga que disse para você que determinado tipo de anticoncepcional é bom, pois para a sua amiga pode até trazer bons resultados, mas para você o resultado pode não ser o mesmo.

Links Patrocinados

Então você que deseja começar a tomar anticoncepcional, o melhor a fazer é realizar uma consulta médica e questionar seu médico e pedir informações e detalhes dos tipos de anticoncepcionais que existem atualmente, que são as pílulas, injetáveis e adesivos, pois ele irá te explicar quais os pontos positivos e negativos de cada um, e assim você juntamente com seu médico poderão decidir qual melhor anticoncepcional para você.

E para te ajudar, segue um breve comentário sobre esses três tipos de anticoncepcionais:

- Pílula:
É o mais utilizado pela maioria das mulheres, porém requer disciplina, pois as pílulas devem ser tomadas diariamente de preferência no mesmo horário, e o fato de esquecer de tomar a pílula algum dia diminui a eficácia;

- Adesivo:
Possui os mesmos hormônios da pílula, porém tem a vantagem de não precisar tomar a pílula diariamente;

- Injetável (Injeção):
Existem injeções de anticoncepcionais que podem ser tomadas a cada três meses, a grande vantagem neste caso é não precisar lembrar de tomar as pílulas todos os dias.

Bem, agora você ficou sabendo um pouco mais sobre esses três tipos de anticoncepcionais, e como já citei várias vezes no inicio deste texto, os anticoncepcionais orais ou injetáveis assim como qualquer outro medicamento de tarja vermelha só devem ser tomados com indicação e acompanhamento médico, pois automedicação além de trazer riscos para a sua saúde, o uso incorreto de anticoncepcionais reduz a sua eficácia e pode resultar em uma gravidez indesejada e não planejada.


Links Patrocinados


Você acabou de ler o artigo:

Anticoncepcional pílula injetável ou adesivo

Espalhe no Twitter > Tweet Isso agora para todos!

Sugiro a Leitura:


Artigos relacionados:

Sem comentarios ainda! Seja o primeiro.

Deixe seu comentario referente a este post e PARTICIPE!

*